Tasker em destaque: Den B.

Esta é Den B., uma tasker que faz tarefas de mudanças, transporte de velharias e entregas para clientes na área metropolitana da cidade de Nova Iorque. As tarefas representam, não só uma fonte de rendimento extra, mas também a liberdade e flexibilidade que tantos taskers dizem ter mudado a sua vida. Desde que se juntou à TaskRabbit, Den tem conseguido aumentar a atividade e poupar o suficiente para comprar uma casa nova para a família.

Porque é que se tornou tasker?         

Fi-lo para aumentar os meus rendimentos, por ser mãe solteira.

Como é que descobriu a TaskRabbit?

Descobri a TaskRabbit pelo Google. Estou sempre à procura de oportunidades que me deem a liberdade de trabalhar segundo as minhas próprias condições.

Trabalha como tasker a tempo inteiro ou parcial?     

A tempo parcial.

Dedica-se a mais alguma atividade (outro emprego, um passatempo)?        

Trabalho como organizadora profissional e agente imobiliária e, às vezes, faço trabalho administrativo. No meu tempo livre, adoro escrever e jogar voleibol.

Como é que adquiriu as competências?        

Sobretudo, com a experiência. Estudei para ser assistente social, mas encontrei mais alegria no trabalho administrativo, na assistência pessoal e na organização doméstica. Desde que me tornei tasker, os meus interesses aumentaram e gosto bastante de fazer tarefas de ajuda em mudanças, entregas e transporte de velharias.

Consegue lembrar-se de uma tarefa ou projeto de que tem particular orgulho? Ou de uma ligação significativa com clientes ou outros taskers que gostasse de partilhar?

A minha experiência mais memorável com uma tarefa foi o dia em que contratei o meu primeiro tasker, a junho de 2018. O serviço dele foi impecável e ele manteve-se tão positivo apesar de todas as escadas que teve de subir! Senti-me mimada. Fiquei com uma impressão tão boa dele que decidi explorar a plataforma e acabei eu própria por me tornar tasker. Esse tasker e eu acabámos por ter uma relação e casar. Tudo por causa da TaskRabbit!

Pode-nos dizer como construiu a sua carreira/empresa na TaskRabbit?

Os clientes gostam da minha atitude positiva e gostam especialmente que, como mulher, consiga fazer qualquer tarefa, mesmo que seja considerada “masculina”.

Pode-nos dizer como é que a TaskRabbit teve impacto na sua vida?

Encontro tantas vezes clientes com quem é fácil trabalhar e que, muitas vezes, agradecem com gorjetas, o que me motiva e incentiva. Aquilo que poupei ao fazer tarefas ajudou-me a comprar uma casa! Fora do trabalho, sou agora amiga de outros taskers.

Que lições de vida ou de trabalho aprendeu ao trabalhar como tasker?

Embora tenha orgulho na minha autossuficiência e independência, trabalhar com clientes mostrou-me o quanto precisamos uns dos outros. Eles precisam que eu torne a vida deles mais fácil e eu preciso que me contratem para fazer aquilo de que gosto.

Encontra melhores oportunidades financeiras através da TaskRabbit do que do mercado de trabalho “tradicional”?

Claro que sim! Com a TaskRabbit, não há intermediário. Os meus clientes adoram a conveniência que isso permite. Podem simplesmente falar comigo como a fornecedora de serviços, sem complicações e não se importam de pagar por essa conveniência.

Tem alguma especialidade?   

Tenho, sim. O que eu digo aos meus clientes é que, se couber na minha carrinha, eu recolho/entrego, deito fora ou transporto por toda a cidade de Nova Iorque e Long Island. É uma grande área, mas é a área em que quero trabalhar.

Porque é que tem sucesso como tasker?      

Por causa do meu profissionalismo e consideração pelos outros. Trato as pessoas como eu quereria ser tratada e estou sempre a falar com os meus clientes.

Tem sugestões para os clientes que pretendam reservar um tasker pela primeira vez?       

Sim — leiam avaliações e deixem-se guiar pelo instinto. Comuniquem sempre que houver alterações. É simplesmente uma questão de respeito por uma pessoa a dar o seu melhor para prestar um serviço. Tirem um minuto para deixar uma avaliação.

Com base na sua experiência como mulher e tasker, que conselhos gostaria de dar a outras mulheres com o mesmo emprego?

A outras mulheres que trabalhem como taskers, aconselho-as a não se imporem limites. Quando eu comecei, oferecia apenas os meus serviços de organização profissional. Agora, giro uma empresa de serviços de entregas, ajuda em mudanças e transporte de velharias.

Em poucos anos como tasker, Den conseguiu crescer financeira, profissional e pessoalmente. Até conheceu o marido, um colega tasker, através da plataforma. Temos a certeza de que Den estará ocupada nesta época de mudanças!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s