Pequenas reparações Nível 1: conhecer os taskers

Nem todos os taskers de pequenas reparações vêm para a plataforma como especialistas: muitos aprendem depois de cá estar! Ser tasker oferece inúmeras oportunidades para adquirir competências. A categoria de pequenas reparações em particular permite-lhe ser generalista ou especialista: isto é, pode ter competências de faz-tudo e gostar de tarefas diversas ou especializar-se e fazer apenas um tipo de tarefa, como reparação de janelas ou colocação de papel de parede. 

Pedimos a alguns dos melhores taskers que partilhassem connosco como ganharam as suas competências em pequenas reparações. Por exemplo:

  • Cresceu numa família habilidosa que construiu a casa de família do zero
  • Trabalhou em restaurantes e teve de aprender pelo caminho
  • Aprendeu no treino militar
  • Não tinha competências formais 
  • Trabalhou como aprendiz
  • Vê programas de obras em casa
  • Vê vídeos no YouTube
  • Pergunta a taskers e amigos como resolveriam determinado problema (por vezes, com fotos)
  • Trabalhou numa tarefa com outro tasker
  • Trabalhou para um condomínio e aprendeu pelo caminho
  • Aprendeu a fazer!

O tasker James C. contou-nos que trabalhou numa oficina de serralheiro quando era estudante, onde aprendeu a soldar, colocar armações de porta, mudar fechaduras e outras competências extremamente úteis. Também notou que aprendeu a limpar tudo no fim, um sinal de qualidade que faz parte da sua marca pessoal enquanto tasker. Outros fatores de sucesso não têm tanto que ver com competências técnicas (i.e., que ferramentas usar) como com competências sociais (i.e., orientação para o cliente). 

Reparámos que os taskers em pequenas reparações partilham alguns traços que recomendamos:

  • Considere qualquer problema uma competência a conquistar. Existem muitos temas recorrentes dentro desta categoria, por isso, depois de ganhar uma competência e a adicionar ao portefólio, pode procurar a próxima.
  • Peça o máximo de informação ao cliente desde o início para se assegurar de que é capaz de realizar a tarefa e tenha uma política de honestidade: se há alguma coisa que nunca fez mas que sente que consegue fazer, diga-o no chat.
  • Mantenha um perfil atualizado. Inclua exemplos de trabalhos na secção de fotografias profissionais e, na categoria de pequenas reparações, uma lista de competências e ferramentas que vai adquirindo. Quanto mais palavras-chave tiver na apresentação, mais irá aparecer nos resultados de pesquisa de tarefas relevantes.
  • Ofereça um “orçamento gratuito” para que possa avaliar a dimensão de uma tarefa de forma apropriada antes de a aceitar.

Os nossos melhores taskers em pequenas reparações sentem um aumento de confiança e sentido de realização com cada tarefa que terminam. De forma inquestionável, dizem que, embora seja ótimo aprender ao fazer, não recomendam inventar o que não sabe numa tarefa. Procure as competências que quer desenvolver e pratique em casa ou observe alguém antes de se comprometer a fazê-lo para um cliente. Partilhe nos comentários como aprendeu as suas competências de pequenas reparações.

Para esta série, conversámos com taskers de pequenas reparações de vários contextos, competências e experiências. Eles são: Greg S. (Baía de São Francisco), Joe A. (Indianápolis), Iulian D. (Londres), SueAnn M. (Portland), James C. (Londres), Miguel Q. (Los Angeles), Lester R. (Boston), Anthony F. (Nova Iorque) e Bandele P. (Nova Iorque), que foram generosos com o seu tempo e sugestões para a comunidade de taskers. 

Partilhe nos comentários como aprendeu as suas competências de pequenas reparações.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s